PsicoAplique

Mentiras que te contaram sobre o amor

Mentiras que te contaram sobre o amor

Te contaram que o objetivo da vida é amar e ser amado. E sempre foi assim nos filmes: amor à primeira vista, uma paixão crescente, um casamento com um felizes para sempre.

Mas a realidade não é tão simples assim. E, na verdade, ainda bem que não. Essa idealização de amor mostrada em filmes é, muitas vezes, superficial e boba.

No artigo de hoje, falarei sobre as mentiras que te contaram sobre o amor e como libertar-se delas será benéfico para você e para seu prospectivo cônjuge.

Você deve buscar a sua outra metade?

Essa é uma das maiores mentiras que contam sobre amor. Afinal, não existe metade nenhuma, já que você é um ser humano inteiro.

Sim, a pessoa que você procura deve ser compatível. Caso não seja, será muito difícil que o relacionamento dê certo.

Mas esperar que ela seja perfeita para você, como se tivessem sido separados na maternidade, apenas te levará à frustração.

Os opostos se atraem?

A mocinha que se apaixona pelo badboy. Quantas vezes você viu essa história?

Na vida real, um amor como o de Eduardo e Mônica, que não eram nada parecidos, dificilmente daria certo. Precisamos ter compatibilidades e valores em comum com a pessoa com quem vamos nos relacionar.

Por isso, não ache que, por ser oposta, esse é o amor da sua vida. Busque alguém com quem você se identifique e se esforce para que o relacionamento dê certo de acordo com valores realistas.

O amor verdadeiro aguenta tudo?

Essa mentira justifica inúmeros abusos. Uma mulher namora com um homem agressivo e violento, mas dizem a ela que o amor supera essas barreiras.

Não é assim que funciona. Se durante o namoro você percebe sinais vermelhos, fique atenta e não deixe que seus limites sejam ultrapassados. Mentiras, traições e agressões físicas e verbais não devem ser toleradas, porque colocam em risco a você mesma.

Seu amor próprio, nesse caso, deve estar em ação. Só é possível se relacionar com alguém em quem você confia e admira.

Ciúme é sinal de amor?

Isso não é uma verdade.

Pessoas que amam podem sentir ciúmes? Podem. Mas pessoas que sentem ciúmes amam? Não necessariamente.

O ciúme costuma estar ligado a uma ideia de posse; de que a pessoa deve ser só sua, de mais ninguém. Por isso, o ciúme faz com que casais se afastem de seus amigos e familiares.

Se você não sente ciúmes, ótimo! Isso é sinal de que está bem resolvida.

Não confunda amor com posse. As duas coisas são bem diferentes e você merece alguém que te ama, não que te trate como um objeto a ser adquirido.

Quais outras mentiras sobre o amor te contaram e você gostaria de ter desmistificado antes? Conte para nós nos comentários e vamos conversar sobre esse tema tão importante!

Para acessar mais conteúdos relacionados à esse tema, clique no botão abaixo:


Quero saber tudo sobre o amor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

2 Comentários

  • Avatar

    Muito interessante! Acredito que vivemos em tempos que a grande maioria sente essa necessidade de amar e ser amado, mas poucos querem correr o risco. Eu mesmo já desisti, tive três relacionamentos fadados ao fracasso. Mas porque também não somos felizes sozinhos?

    • Avatar

      Olá, Patrícia!
      Tudo bem?

      Concordo plenamente com você, pois muito de nós queremos ser amados, mas não sabemos como. Eu também já tive esses sentimentos, mas o que me ajudou é entender sobre termos amor próprio e o Portal me ajudou muito sobre isso. Tem uma trilha que pode te ajudar muito, que é a trilha da autoestima. Vou deixar o link aqui para você: https://psicoaplique.com.br/2020/04/07/1-episodio-maratona-da-autoestima/

      Acho que vai te ajudar. Depois conte aqui para nós.
      Abraço da Izadora.

Deixe um comentário